Sábado 16 Dezembro 2017

DISKARDEC - Uma palavra amiga

 

“Coloco em primeira instância o consolo que é preciso oferecer aos que sofrem, erguer a coragem dos caídos,
arrancar um homem de suas paixões, do desespero, do suicídio, detê-lo talvez no limiar do crime”.
 (Allan Kardec)

 

Essa filosofia do Codificador, é o princípio primeiro que movimenta e inspira os trabalhadores do DISKARDEC.

O DISKARDEC é a ferramenta de que toda a comunidade, Espírita ou não Espírita pode dispor. É uma associação civil, religiosa, filantrópica, cultural e sem fins lucrativos, mantida pelos seus voluntários.

Importante ainda frisar que o DISKARDEC é um órgão de utilidade pública, devidamente registrado e patenteado diante os órgãos federais.

Presta serviço na área espírita, serviço esse privativo, de atendimento fraterno por telefone, carta ou pessoalmente, totalmente independente das casas espíritas, muito embora seja um grande aliado delas, pois está 24h à disposição dos necessitados que buscam expor livremente seus sentimentos, suas angústias, suas dificuldades. Um verdadeiro “pronto-socorro da alma”, que têm como objetivo o apoio emocional, dado por voluntários preparados através de seleção, cursos, treinamentos periódicos, reciclagens, estudos evangélicos e doutrinários.

Como podemos ver, o DISKARDEC é um serviço espírita com peculiaridades próprias, assim sendo, talvez seja o único no Brasil ou até mesmo no mundo, visto que o movimento espírita cresceu e desenvolveu-se mais em nosso país.

Ao contrário do que muitos possam pensar, esse trabalho não se constitui em algo complicado ou dificultoso; delicado sim, mas como todo trabalho no Bem, traz como resultados um enorme bem para aqueles que o executam. Apenas exige de seus voluntários, que estes sejam espíritas, maiores de 18 anos, boa vontade para trabalhar na Seara de amor e apenas “2 horinhas” por semana para servir com Jesus.

O DISKARDEC, conta hoje com 26 pessoas representantes de várias casas espíritas e todas são unânimes em relatar suas experiências, casos estes que demonstram nitidamente a satisfação, o bem verdadeiro que esse trabalho opera em cada um. Ainda por contingência, acaba sendo importante veículo de integração para o próprio movimento espírita, pois reúne vários pensamentos, agrega diversos trabalhadores de centros diferentes, no propósito único de amor ao próximo.

A história do DISKARDEC começou no ano de 1984, idealizado pelo confrade Allan Kardec Gonzales, que já havia trazido para Ribeirão Preto o CVV (Centro de Valorização da Vida). Assim sendo, o Sr. Gonzales aproveitou a estrutura já conhecida e colocou-a sobre as bases da Doutrina Espírita. É claro que toda boa obra necessita de vários trabalhadores, e estes foram: Maria Helena Gonzales, Eupídio Campos, Edson Massato, Alice Teno Castilho, Maria Lúcia B. Soares, José Alexandre Machado, Dirce Machado, José Marcos Montaldi, Maria Izildinha C. Spanghero, Walter Perucchi, Wagner Perucchi e Diva Campos Paulo. Todos jovens espíritas da época que se alternavam nos plantões diários das 14 às 16n que já contavam com mensagens consoladoras, gravadas na voz de Luiz Schiavone.

Funcionou em fase experimental, quando em 20 de maio de 1989 torna-se entidade jurídica, formando então seu corpo executivo. Em 1991 filia-se à USE Intermunicipal de Ribeirão Preto, em 1992 registrou sua logomarca e no ano de 2000 foi reconhecida como de utilidade pública municipal. O nome ainda foi inspirado pelo Sr. Valentin Lorenzetti, jornalista já desencarnado.

Importante destacar que, muito embora o DISKARDEC tenha seu nome patenteado e registrado, ele disponibiliza-se a instruir os interessados de outras cidades que desejarem implantar este serviço na região, desta forma, dispõe-se a fornecer todas as informações, condições e instruções para tal viabilização.

Aqueles que assim o desejarem, ou ainda os interessados em engrossar essa legião de amor, basta entrar em contato com o telefone (16) 630-3232.

O DISKARDEC lembra ainda: “(…) Escutar é simplesmente manter um diálogo convencional, passageiro e corriqueiro; ouvir, porém, é embrenhar-se na troca de alma para alma, em que a essência realmente age com sintonia e inspiração”. (Batuíra)

Wagner Antônio Chiaratto

 


O que é DISKARDEC?

É um serviço de utilidade pública, filantrópico e religioso, objetivando:

  • Atendimento fraterno por telefone, carta ou pessoalmente

  • Esclarecimentos doutrinários

  • Informações sobre a localização dos Centros Espíritas de Ribeirão Preto

  • Serviço de mensagens

  • Criação de postos de atendimento fraterno em outras cidades. Informe-se (16) 630-3232

O DISKARDEC é um "pronto-socorro da alma", está desde 1984 prestando serviços à sociedade e está sempre à sua disposição.

Os atendentes do DISKARDEC são remunerados?

Não. Trata-se de um trabalho voluntário. Seja você também um voluntário. Informe-se (16) 630-3232


INSTRUÇÕES PARA A IMPLANTAÇÃO DO DISKARDEC

I - OBJETIVO DAS INSTRUÇÕES:

a) Esclarecer as condições para a criação de novos postos do DISKARDEC.

b) Preservar as características singulares do apoio compreensivo e fraterno.

c) Ser um facilitador para a implantação deste serviço.

II – COMO FAZER PARA INSTALAR UMA UNIDADE DO DISKARDEC?

1) - Um Centro Espírita pode pleitear autorização para instalar um posto do DISKARDEC?

R) – Não, por dois motivos:

a) O trabalho desenvolvido pelo DISKARDEC, se reveste de características próprias, por isso não reúne condições de ser um agregado ou uma extensão do "Auxilio Fraterno" oferecido pelas Casas Espíritas.

b) O DISKARDEC é pessoa jurídica, com diretoria constituída, e é mantido pelos seus voluntários.

2) – Quem pode pleitear a autorização para instalar um posto do DISKARDEC?

R)- Um grupo, de no mínimo 10 (dez) pessoas, espíritas, de boa vontade, independentes de filiação a qualquer Centro Espírita e que possam constituir uma diretoria executiva.

III - CONDIÇÕES PARA IMPLANTAÇÃO

O DISKARDEC de Ribeirão Preto, detentor da patente da logomarca, será o centralizador ou o posto líder, competindo exclusivamente a ele autorizar a instalação e implantação de novos postos, para a qual serão levados em conta os seguintes requisitos:

1) - Posto de atendimento.

    a) somente um posto de atendimento será autorizado em cada cidade.
    b) nas capitais e cidades com mais de 700 mil habitantes, poderá ser autorizada à instalação de mais de um posto, respeitando-se a distância de mais de 30 (trinta) quilômetros entre eles.

2) – Local.

O local de atendimento é privativo, com um terminal telefônico, cujo número seja de fácil memorização.

O DISKARDEC não é Centro Espírita. Não depende e não precisa de uma estrutura de um Centro Espírita, por isso, poderá ser instalado em qualquer imóvel, devidamente adequado para este fim.

A importância da escolha do local está em preservar a pessoa que nos procura (sigilo), o voluntário (segurança) e o caráter religioso do trabalho.

3) – Funcionamento:

a) número de telefone de fácil memorização e se possível com o sufixo 3232.

b) estar de acordo com o nosso estatuto e regimento interno.

c) ter personalidade jurídica, com diretoria constituída.

d) ter autorização para o uso da marca e do logotipo.

IV - DOS VOLUNTÁRIOS

MEIOS DE CAPTAÇÃO:

São convidados, através da divulgação do trabalho, para participarem do Curso de Treinamento e Seleção pela imprensa escrita e falada; reuniões da USE; visitas aos Centros Espíritas e ainda eventos como: Feira do Livro, bazares, palestras, etc..

O objetivo é a participação da comunidade espírita.

CARACTERÍSTICAS DO VOLUNTÁRIO:

Ser maior de 18 anos;

Ter idoneidade moral;

Ter bom conhecimento da Doutrina Espírita;

Ter disponibilidade de 02 (duas) horas semanais, para o plantão e mais 02 (duas) horas mensais, para as reuniões de grupo, nas quais acontecem os treinamentos, reciclagens e estudos doutrinários.

Ter boa vontade.

CAPACITAÇÃO:

O voluntário deverá participar dos Cursos de Treinamento e Seleção.

V– O DISKARDEC DE RIBEIRÃO PRETO

Sendo o posto líder competirá a ele:

a) Autorizar o uso da marca e do logotipo, desde que preenchidas as disposições mínimas para o início do trabalho.

b) Dar todo o subsídio necessário para o conhecimento da forma de atendimento, através de:

  • bibliografia;
  • roteiro do curso;
  • treinamento inicial, se necessário for;
  • fornecimento de modelos de material administrativo utilizado no trabalho;
  • fornecimento de modelos de material de divulgação.

c) Avaliar Relatórios trimestrais, que deverão ser enviados até o décimo dia do encerramento do trimestre.